gratitude #1



Olá! Olha só quem reapareceu mais uma vez como se nada tivesse acontecido! Pois é... Eu mesmo.  Acho que estou perdendo o jeito de blogar, mas vamos tentando...

Estou de volta com um projeto muito bacana que fui convidado para participar que se chama “Gratitude”, que nada mais é do que um projeto de posts mensais com coisas/momentos que nos fizeram bem durante o mês. O objetivo é nos fazer perceber que mesmo que nada grandioso aconteça ainda temos algo para sentir gratidão, e também nos fazer parar de dar tanta importância para coisas ruins. Estou embarcando nessa com a Grazi e com a Bruna!  Vamos lá!

Simples

Eu já disse aqui nesse post que tento simplificar as coisas e ver beleza no que é simples, mas nem sempre consigo. Todos os anos eu penso em fazer uma coisa diferente no ano novo, mas nunca dá certo e esse ano não foi diferente, passei em casa com os meus pais. Mas, algo diferente aconteceu: eu simplifiquei. Quando eu estava ali com eles jogando conversa fora e rindo, senti uma coisa muito forte e posteriormente entendi que era gratidão. Gratidão pela minha família, gratidão por ter pais que mesmo quando não entendem 100% as minhas decisões sempre estão ao meu lado me apoiando. Gratidão pela minha vida. Foi lindo.

Leitura agradável

Em janeiro não fiz muitas leituras porque simplesmente não estava na vibe e parei de me obrigar a ler já faz um tempo. Li um único livro que me fez ter reflexões pro mês inteiro. Li “Kindred – Laços de Sangue” e não vou falar muito sobre porque quero trazer um post só dele em breve. Adianto que é um livro pesado, porém com uma leitura muito fácil e me fez refletir sobre como às vezes nos martirizamos por não receber de volta o que fazemos pelas pessoas, muitas vezes nos perguntamos se fizemos o suficiente e tudo mais, porém nem sempre esse problema está em nós e sim nas outras pessoas e nem sempre isso é culpa delas.



Um touro que gosta de flores

Fui ao cinema assistir O Touro Ferdinando e confesso que não estava esperando muita coisa, achei que seria só mais uma animação legalzinha para passar o tempo e tal. Não foi. Esse filme é sobre ser diferente e como isso pode ser visto de forma negativa pelas pessoas. Também é um filme sobre amizade e amor aos animais. Me fez chorar e o final me deixou com o caração quentinho (sempre quis usar essa expressão).

Keep Calm

Em janeiro eu comecei a meditar, ou tentar pelo menos. haha Ainda estou no processo de aprendizagem, não consigo fazer todos os dias e nem sempre me sinto super calmo nos dias que faço, mas posso dizer que sinto uma pequena melhora e espero progredir.

Amor próprio

Em 2017 passei por um processo de amor próprio. Não decidi quando e como isso iria acontecer, simplesmente aconteceu. É um processo bastante estranho para falar a verdade, mas muito incrível. Você para de se importar com tanta coisa somente por estar bem consigo mesmo, isso não é ótimo?! 
Ao longo desse mês evitei muito mal estar a mim mesmo e sou muito grato por isso. Sou grato por finalmente me amar depois de tanto sentir pena de mim mesmo. 


Então acho que é isso gente! Espero que tenham gostado! O post ficou super simples, não consegui colocar todas as imagens que gostaria porque estou publicando pelo celular (sim!), por isso estamos com recursos limitados! haha Prometo caprichar mais no próximo e espero que esse projeto me ajude a voltar de vez pra cá! Até mais! 



Leiam os posts das meninas também! ❤️




Comentários

  1. Gratidão e amor próprio: tem coisa melhor? 💗

    ResponderExcluir
  2. Olaar
    Já faz um tempo tbm que parei de me obrigar a ler e tbm fico super feliz quando essa vontade é genuina, faz um post sim sobre esse livro, adoraria saber sobre ele! Fui igual a você assistir O Touro Ferdinando e me acabei de chorar ahhahaah, você chorou?
    Já meditei um tempo e foi muito bom, sinceramente não sei porque parei, a primeira vez fiquei num estado de leveza que, tenho certeza, nenhuma droga poderia fazer isso por ninguém, uma coisa tão "fácil", quer dizer, ao nosso alcance, basta que queiramos fazer por nós e faz tão bem :3 Pensando bem voltar agora haha
    Amor próprio é aquela coisinha bem vinda de todos os dias, né? Feliz por você!! Não deixa ele morrer, ele precisa de cuidado diário <3
    beijoss
    N E O D E S V A R I O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Touro Ferdinando socando a face de todos que duvidaram dele! haha Eu chorei demais! KK
      Estou tentando evoluir na meditação e estamos tendo um progresso, é uma sensação muito bacana mesmo.
      Não vou descuidar, pode deixar! Estou regando todos os dias. ❤️

      Excluir
  3. heyy, brother!
    ai, que lindo isso de gratidão pela vida! quando nos sentimos gratos a sensação é incrível, né?♥
    nossa, me empresta esse livro, Kindred? KKKKKKKKK
    meu, pelo jeito terei que ver esse touro, até pq tô numa vibe de ver filmes de animações.SÃO MUITO BONS E CHEIOS DE MORAL.

    meditar é assim memo, eu uso um app no celular e também não é sempre que lembro de começar meu dia meditando, mas quando consigo na maioria das vezes me sinto melhor. keep going, migoooo

    falar de amor próprio me fez lembrar da música da India Arieeeee! pois se ame e muito! sou muitooo grata por ter sua amizade, love youuuu! s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. heyy, sister!
      Que livro? Não sei do que você está falando! KKKKKK ❤️
      SIM! Assista! Você não vai se arrepender! *o*
      India maravilhosa sim! haha <3 Eu que sou grato por ter você na minha vida, love you 2! ❤️

      Excluir
  4. Coisa mais linda esse projeto de vocês, estou amando ler sobre as pequenas-grandes coisas que fazem os dias de vocês mais bonitos. E adorei conhecer o seu blog Guttho! Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Camila! *o* E seja sempre bem vinda por aqui! ❤️

      Excluir

Postar um comentário

back to top